sábado, 4 de fevereiro de 2012

Vida de vegetariana não é fácil...


Em uma família como a minha, onde sou um completo peixe fora D'Água, não 
é uma tarefa muito fácil explicar  para todo mundo, que eu não vou  partilhar daquela comemoração, ainda mais nas festas de fim de ano em que todos se reúnem e vão fazer que? Isso mesmo... churrasco, e o que era para ser um momento de felicidade, para mim se torna angustiante, em olhar para aquilo e saber, que tudo o que estavam comendo, já foi vivo, e morto de forma cruel...
Na noite de Natal, foi horrível olhar para aquela mesa, e ver que não tinha nem salada
somente, bois e galinhas, que estavam mortos e assados de forma horrível,  adivinha qual foi a saída... cozinhar macarrão instantâneo de legumes, e misturar com cenoura,  de sobremesa  ao menos teve sorvete,e essa foi a minha noite de Natal.
No Ano Novo, a cena se repetiu, mas pelo menos minha mãe se lembrou de mim,
e fez uma salada de cenoura, e agrião, que estava maravilhosa. Desse dia não tive muito o que reclamar pois logo veio um novo ano e junto com ele, a esperança de que 2012
todos os meus primos, parem de pegar no meu pé, e aceitem que jamais vou mudar de
opinião, e abrir mão do vegetarianismo.


 Neste post, gostaria de agradecer a minha primeira seguidora Taís, e pedir a todos que me ajudem a divulgar meu blog. Muito obrigada pela atenção, beijos, beijos, beijos...



Um comentário:

Renan Tempest disse...

Olá, respondi sua pergunta lá no yahoo. Lá eu uso o nome "Dorian Gray"...
Na minha família também há esta intolerância quanto ao meu vegetarianismo. E direto tem coisas repugnantes e desprezíveis como churrasco. Um abraço!